Arquivo da tag: Hurley Pro Trestles

Hurley Pro Trestles – Day 3

Estrutura em Lower Trestles

Estrutura em Lower Trestles

Condições parecidas com as de ontem e começa o terceiro dia de competição.

Dane Reynolds

Dane Reynolds

Primeira bateria do dia, sétima bateria do round 3, Dane Reynolds mandou Ben Dunn embora sem ser muito ameaçado. Com 5.00 e 8.33 bateu os 6.17 e 6.77 do aussie. Na entrevista após a vitória, foi questionado pelo modo como surfou a onda 8.33, parecia que você tava no free-surf, palavras da mocinha que o entrevistou. Dane disse que a onda era ruim e ele tentou algo. Dane mandou um aéreo INSANO, a onda foi praticamente isso.

Bateria 8, Joel Parkinson contra Rob Machado. A bateria começou com tudo, duas ondas surfadas para cada um e Parko com 5.50 e 5.23 na frente, mas Rob logo se recuperou, trocou suas duas notas(4.50 e 2.00) para (5.57 e 5.70). Joel pega mais duas ondas e não consegue superar suas notas, com seis minutos restando para o término. Sem mudanças até o final e Rob Machado desbanca o primeiro colocado do ranking, Joel Parkinson, mandando-o para casa logo. No último segundo Joel ainda pegou uma onda, mas os juízes não contaram, se tivessem, acho que Parko teria conseguido bater o norte-americano.

Bateria 9, Kelly Slater contra Brett Simpson. Começo e uma onda para cada, em ambas ondas, os surfistas caíram na terceira manobra. Slater fez 5.50 e Simpson 3.33. Brett Simpson pegou uma boa onda agora, com boas rasgadas e um batidão. Brett trocou suas notas e agora tem 5.17 e 4.07, Slater tem 5.50 e 4.83, na primeira posição. Quarta onda do careca, bela onda, jogando água pra todo lado e conseguiu um 9.00, deixando Brett precisando de um 9.33. Slater pega outra boa onda e troca seu 5.50 por um 7.83. Com 9.33 e 7.83, deixou Brett Simpson precisando de uma combinação de 16.84. Kelly passa para a próxima fase.

Heitor Alves - Foto: Marianna Piccoli

Heitor Alves - Foto: Marianna Piccoli

Bateria 12, eletrizante! Jeremy Flores contra Heitor Alves. Uma virada sensacional do brasileiro. Heitor foi quem pegou as primeiras ondas, mas não obteve pontuação maior que 2.33. Nos próximos dez minutos, Jeremy pegou três boas ondas, já fechando suas notas, um 6.33 e 8.17, mas mal sabia ele o que estava por vir. Heitor ficou por um tempo esperando as ondas, até que conseguiu fazer um 6.20, mas não foi o bastante pra bater as boas notas de Jeremy. Logo depois, Heitor fez um 7.00 e logo em seguida, após pedir uma onda pra Deus, como disse na entrevista, fez um 8.77 que foi suficiente pra bater o frânces. Wooohooo, valeu Heitor! Vibrei pra caralho na bateria e a hora que a buzina tocou, foi irado ver ele se amarrando lá dentro, comemorando.

Michel Bourez

Michel Bourez

Bateria 14, Dean Morrison contra Michel Bourez. O tahitiano está mostrando seu bom surf. Na etapa de Jeffreys Bay, venceu Mick Fanning de forma avassaladora e agora, destruiu Dean Morrison. Michel dominou a bateria inteira, 6.50 e 8.00 no começo, já te deixaram bem solto na frente e tranquilo. Dean até que tentou, mas esperou demais, não achou as ondas e só conseguiu fazer 5.67 e 5.93. No final, Bourez ainda fez um 8.10 e piorou a situação de Dean, deixando-o precisando de combinação.

Bateria 15, Mick Fanning contra Michael Picon. Fanning só precisou de cinco minutos para ganhar a bateria. Nos cinco primeiros minutos, Mick Fanning pegou duas boas ondas, anotou 8.67 e 7.00. O frânces Picon, só conseguiu 5.50 e 4.83, nem assustando o aussie. Fanning deixou Picon precisando de uma combinação a bateria inteira e no final, ainda se deu ao luxo de trocar seu 7.00 por um 8.07.

Depois do término do round 3, os tops aproveitaram um pouco pra se divertirem na Expression Session. Meia hora e muitos vôos.

Assista os vídeos das bateria do round 3. VÍDEOS ROUND 3

Próximas baterias, Round 4:

# 1: Bede Durbidge (AUS) x (AUS) Kai Otton
#2: Josh Kerr (AUS) x (BRA) Adriano de Souza
#3: Taylor Knox (USA) x (HAW) Roy Powers
#4: Dane Reynolds (USA) x (USA) Rob Machado
#5: Kelly Slater (USA) x (HAW) Kekoa Bacalso
#6: Damien Hobgood (USA) x (BRA) Heitor Alves
#7: Cj Hobgood (USA) x (PYF) Michel Bourez
#8: Mick Fanning (AUS) x (AUS) Kieren Perrow

Anúncios

Hurley Pro Trestles – Day 2

Término do round 2 e começo do round 3, ondas estáveis durante todo o dia, quase iguais as do final da tarde de ontem.

Ainda ontem, o último brasileiro a cair na água, o cearense Heitor Alves, venceu sua bateria, passando direto para o terceiro round.

Na segunda bateria do round 2, o wild card Rob Machado mostrou que ainda tem a competição no sangue e mandou o aussie Taj Burrow com uma onda no final, ficando 15.16 contra 15.00 do aussie.

Na quarta bateria, Mineirinho entrou na água pra medir forças com Phillip MacDonald, e não deu chances para o norte-americano. Adriano entrou focado e destruiu as ondas, vencendo a bateria com 7.50 e 6.90 contra 3.93 e 4.60.

Jihad Khodr

Jihad Khodr

Na décima bateria, o paranaense Jihad Khodr, não conseguiu passar por Kieren Perrow, perdendo de 11.56 a 8.90.

Já no round 3, Adriano entrou na água na quarta bateria, contra Nic Muscroft. Assim como na bateria contra Phillip MacDonald, Mineiro não deu chance e com duas ondas, selou sua vitória. Um 6.67 e 8.40 foram mais que suficientes para bater 6.53 e 5.73 do aussie.

Por hoje, está acabado. Já estamos no round 3, bateria 7, entre Dane Reynolds e Ben Dunn, que vai ter início amanhã.

As baterias 8 e 9 prometem um grande espetáculo de surf, esperemos que as ondas estejam com boa formação e tamanho.

Bateria 8
Joel Parkinson (AUS) x (USA) Rob Machado

Bateria 9
Kelly Slater (USA) x (USA) Brett Simpson

Rob Machado

Rob Machado

Parko que é o primeiro e o grande favorito ao título desse ano, enfrenta o símbolo do free-surf mundial, Rob Machado, que surfa em casa e não está pra brincadeira. Rob já mandou o compatriota de Parko, Taj, pra casa e quem sabe, não manda Parko também, a briga vai ser boa.

Slater teve uma primeira bateria impecável, duas ondas e duas notas acima de 9. Como estão dizendo, é mais uma vez, o homem a ser batido. Pra enfrentar ele, ninguém menos que Brett Simpson, wild card e campeão do US Open. Promete ser outra ótima disputa.

Heitor Alves, único brasileiro ainda a cair na água no round 3, vai enfrentar o francês Jeremy Flores na bateria 12.

No round 4, três baterias já estão definidas.

Bede Durbidge (AUS) x (AUS) Kai Otton
Josh Kerr (AUS) x (BRA) Adriano de Souza
Taylor Knox (USA) x (HAW) Roy Powers

Até amanhã.

SLATER UNBELIEVABLE!

Slater treinando em Trestles

Slater treinando em Trestles

FUCK!

Slater é impressionante, inacreditável e mais alguns muitos adjetivos.

Round 1, bateria 9

Kelly Slater (USA), Adrian Buchan (AUS), Rob Machado (USA)

Com dez minutos de bateria, o careca simplesmente fez um 9.00 e um 9.50 nas suas primeiras ondas. Ah, só um detalhe, as ondas não estão muito boas, pequenas e fechando, até cresceram um pouco nessa bateria.

Adrian “Ace” Buchan tem um 6.67 e 7.33 no momento, ocupando a segunda colocação.

Rob Machado tem um 4.00 e 5.67, em terceiro.

Ambos precisando de uma combinação de 18.51.

What a show!

Dos brasileiros, o único que já caiu na água foi Adriano de Souza e não se deu bem, com poucas e pequenas ondas, ficou em terceiro e vai pra repescagem. Sua bateria foi vencida por Dane Reynolds, com Phillip MacDonald em segundo.

Na próxima bateria, a briga também vai ser boa.

Round 1, bateria 10

Taj Burrow (AUS), Dean Morrison (AUS), Brett Simpson (USA)

Como informar vocês sem fazer tantos posts ou é tranquilo fazer um post desse tamanho pra cada bateria? Ou ninguém lê?