Arquivo do mês: novembro 2008

Knowledge

Anúncios

Bike

bikesurf

Nada como um fim de semana bem pedalado, não?

Não tenho a oportunidade de pedalar alguns quarterões e dar de cara com a imensidão azul, lugar de prazer para muitas pessoas e para outras uma ligação espiritual, sim é ele, o MAR.

Na falta dele por perto, o jeito é pedalar pelas montanhas do interior. No sábado, com um tempo animal lá fora, sol e poucas nuvens, estava me chamando para sair. Decidi fazer uma pequena trip de bike, ir até a cidade vizinha ajudar meu primo, que está abrindo um café. São 40 kilometros, ida e volta, não sabia se estava preparado, provavelmente não, mas me preparei mentalmente e foi. Na metade do caminho, uma água de côco pra dar um gás. Fui por dentro da cidade, então não deu pra aproveitar muito o visual, só aproveitei bem o cansaço, haha.

Hoje, domingo, eu voltei.

Dessa vez, voltei pela estrada, peguei um pedaço da D. Pedro, pedaço que me fez quase desistir e depois a Anhanguera. O que me deu gás, foi a linda vista que eu tive, montanhas, muito verde, muito azul, aquela paisagem toda me tirou um sorriso da cara e me deu aquele gás pra chegar até o final. Gritei, conversei com um pássaro que parecia saber a dor que eu tava sentindo pra subir um trecho da estrada, ele parava no ar e batia as asas, era como se me falasse para manter o ritmo e depois dava um rasante, continue no ritmo que a descida vai chegar, olhei para dentro de mim e me senti muito bem. Estou com uma felicidade difícil de explicar, mas é bem intensa. Valeu a pena e vou fazer isso todo fim de semana. Essa viagem de 40km todo fim de semana, vai me preparar para uma maior ainda, a descida para ver a imensidão azul, ir até a praia.

Você topa ir? Bora.

Playmobil Insano

+SOMA 8 em Porto Alegre

round1_stereomono

Lançamento +Soma 8 em Porto Alegre

Nesta sexta-feira (28/11), em Porto Alegre, na Galeria Adesivo, acontecerá o evento Round One, evento organizado pelo pessoal do Urbanóide, e contará com o projeto STEREOMONO, tocando só vinil.

Além disso, será o lançamento da oitava edição da +Soma na capital gaúcha. Cerveja baratinha, revista de graça e boa discotecagem.

SERVIÇO:
Round One
Sexta-feira . 27 de novembro . 19 horas
Galeria Adesivo . Av João Pessoa, 203, Porto Alegre – Brasil
das 14 às 19h

Santa Catarina pede ajuda

115056

A Federação Catarinense de Surf busca o apoio de todas as Associações de Surfe, atletas, staff, parceiros, colaboradores, simpatizantes, para enviar doações de roupas de mantimentos e medicamentos aos desabrigados da chuva que atinge o estado.

Santa Catarina passa por um momento difícil devido à chuva forte que atinge o estado nos últimos dias. Muitas pessoas perderam tudo, milhares estão desabrigados e é urgente a necessidade do envio de alimentos não perecíveis, roupas, cobertores e colchões para os postos de atendimentos e coletas montados na maioria das cidades.

E esse é o momento que podemos nos unir ainda mais para amenizar o sofrimento das famílias desamparadas pela chuva.

Ciente de seu compromisso social, a Fecasurf pede a ajuda de todas as Associações de Surfe do estado, atletas, staff, parceiros, colaboradores e simpatizantes para se engajarem nessa onda solidária, fazendo as doações de mantimentos aos desabrigados da chuva que atinge o estado.

O pintor Hilton Alves, que vive no Hawaii, doou um quadro de sua autoria para a Fecasurf, e que será leiloado para ter a renda revertida em benefício dos desabrigados.

Para obter mais informações entre em contato com Norton Evaldt pelo telefone 48-9907-3415 ou pelo email

norton@fecasurf.com.br .

Endereço Fecasurf para entrega de doações

Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79, sala 16, Prédio da Federações (Feesporte), Capoeiras, Florianópolis (SC). CEP: 88070-220. Tel.: (48) 3025 1880.

Ondas do Sul

O site gaúcho Ondas do Sul também está arrecadando alimentos não-perecíveis, roupas e cobertores que serão enviados para os desabrigados de Santa Catarina.

Tudo que for arrecadado será encaminhado para a FECASURF. Todos os lojistas do Rio Grande do Sul que quiserem se cadastrar como pontos de arrecadação devem enviar um e-mail para o sos@ondasdosul.com.br e serão automaticamente inseridos na lista abaixo:

Lipsul Surf Store Fernando Amaral. 161 lj 01 – Centro Tramandaí
GON Adesivos em Osório Av.Getulio Vargas 531 – Centro de Osório
Proibt Wave em Tramandaí
Gift surf em Tramandaí
Lojas THE SURF em Gravataí
City Beach Surf Shop Cachoerinha /RS -João Batista de Souza, nº 65

Santos

E em parceria com a FECASURF, a Rip Curl Girls Tour estará arrecadando doações para os desabrigados de Santa Catarina neste sábado, dia 29, das 9 às 13 horas em Santos (SP). Local: Rip Curl Girls Tour, Av. Presidente Wilson, nº 143.

Curitiba

Confederação Brasileira de Surf

Rua Herculano C. F. de Souza, 246 – Água Verde

Defesa Civil Catarinense

A defesa civil catarinense abriu no dia 24/11/08 contas bancárias para receber doações em dinheiro para ajudar as pessoas atingidas pelo desastre natural.

Todo o dinheiro arrecadado será destinado para a compra de mantimentos para os desalojados.

Os interessados em contribuir podem depositar qualquer quantia nas contas:

Bradesco – agência 0348-4, conta corrente 160.000-1
Caixa Econômica Federal – agência 1277, Operação 006, conta corrente 80.000-8
Banco do Brasil – Agência 3582-3, Conta Corrente 80.000-7
BESC – Agência 068-0, Conta Corrente 80.000-0
Bradesco S/A – 237 Agência 0348-4, Conta Corrente 160.000-1

Pessoa Jurídica – Fundo Estadual da Defesa Civil, CNPJ 04.426.883/0001-57.

Os residentes do Estado, poderão procurar os postos de arrecadações para entregarem donativos.

Até a manhã do dia 26/11 foram registrados 54.039 desalojados e desabrigados, 84 mortos e 30 desaparecidos, 1.500.000 pessoas afetadas diretamente e 8 municípios isolados.

Outras informações pelos sites da Defesa Civil de Santa Catarina ou Imprensa do Governo de Santa Catarina . Telefones (48) 40099816 / (48) 32440600 ou pelo email dedccodec@ssp.sc.gov.br

São Paulo

O governo de São Paulo anunciou que a partir desta quarta-feira irá receber doações de água potável em todos os quartéis do Corpo de Bombeiros e em postos de policiamento da Polícia Militar.

As doações podem ser feitas durante o horário de funcionamento dos quartéis e postos. O transporte das doações será feito pelo Fundo Social de Solidariedade, segundo a Polícia Militar.

Postos de arrecadação da Cruz Vermelha e da Defesa Civil: R. Afonso Pena, 130 – Bom Retiro) e da Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado de São Paulo (Av. Moreira Guimarães, 699 – Saúde) com funcionamento 24 horas. As defesas civis das subprefeituras receberão as doações em horário comercial. Para obter mais informações ligue para telefone 3313-5726, ramal 210.

Carma

A lei do carma é um exemplo especial da lei de causa e efeito, segundo a qual todas as nossas ações de corpo, fala e mente são causas, e todas as nossas experiências são os seus efeitos.

A lei do carma explica por que cada indivíduo tem um temperamento único, uma aparência física única e experiências únicas. Esses são os diversos efeitos das incontáveis ações que cada um realizou no passado. Não encontramos duas pessoas que tenham criado exatamente a mesma história de ações ao longo de suas vidas passadas e, portanto, nunca encontraremos duas pessoas com estados mentais idênticos, experiências idênticas e aparência física idêntica.

Cada pessoa tem um carma individual específico. Algumas pessoas desfrutam de boa saúde, ao passo que outras estão constantemente doentes. Algumas são muito bonitas, outras, muito feias. Algumas têm bom temperamento e se contentam facilmente, outras são rabugentas e raramente gostam de algo. Há pessoas que compreendem com facilidade os ensinamentos espirituais, enquanto outras os consideram difíceis e obscuros.

Carma significa ação e se refere às nossas ações de corpo, fala e mente. Toda ação deixa uma marca, ou potencialidade, em nossa mente muito sutil e cada uma dessas marcas dá origem a seu próprio efeito.

Nossa mente é como um campo e realizar ações é como plantar sementes nele. Ações virtuosas semeiam felicidade futura e ações não-virtuosas semeiam sofrimento futuro. As sementes que plantamos no passado permanecem em estado dormente até que as condições necessárias para que elas germinem se reúnam. Em alguns casos, isso pode acontecer muitas vidas depois da ação original ter sido cometida.

Foi por causa do nosso carma, ou ações, que nascemos neste mundo impuro e contaminado e experienciamos tantas dificuldades e problemas. Nossas ações são impuras, porque nossa mente está contaminada pelo veneno interior do auto-agarramento. Essa é a razão fundamental porque experienciamos sofrimentos.

O sofrimento é criado por nossas próprias ações, ou carma; não nos é dado como punição. Sofremos porque, em nossas vidas anteriores, cometemos muitas ações não-virtuosas. A fonte de todas essas ações negativas são as nossas próprias delusões, como raiva, apego e a ignorância do auto-agarramento.

Uma vez que tenhamos purificado nossa mente do auto-agarramento e de todas as outras delusões, nossas ações serão naturalmente puras. Como resultado, todas as nossas experiências também serão puras. Viveremos num mundo puro, onde nosso corpo, prazeres e amigos serão puros. Não haverá o menor traço de sofrimento, impureza ou problemas. É assim que podemos encontrar verdadeira felicidade em nossa mente.

por Venerável Geshe Kelsang Gyatso.

O Sorriso

Com seu biquini listrado e de várias cores, ela ia em direção ao mar;
o mar que é azul e tão profundo;
o sol batia em seus belos e compridos cabelos loiros;
que refletiam a luz do viver;
no seu rosto, um olhar de menina;
mas um sorriso de mulher;
sorriso esse, que conquistou tantos homens;
em especial um moreno;
de olhos verdes, surfista, um menino-homem;
que fitava-a de longe, enquanto esperava pelas ondas sentado em sua prancha;
vindo em sua direção;
ela mexia seus cabelos molhados de um lado para outro;
e abria um sorriso com a intensidade de uma lua cheia;
virou-se e voltou para a areia;
desaparecendo como o vento que agora parece beijar o rosto molhado e salgado do surfista;
que se focava novamente nas ondas, imaginando em sua mente;
como seria o beijo suave, o olhar doce e o sorriso mais gostoso do Rio de Janeiro.

Por: Thiago Dorta