Arquivo da tag: Brasil

Quiksilver Pro – Day 5

O quinta dia de competições na Gold Coast aconteceu com boas ondas e supresas.

O Brasil provavelmente era peso na transmissão da primeira bateria do round 4, Adriano de Souza contra Adrian Buchan.

Mineiro comemorando a vitória

Foi um show de surf do começo ao fim. Quem começou na frente, foi o aussie que logo nas duas primeiras ondas, fez 6.33 e 6.67, boas notas que deixaram o brasileiro na segunda posição quase a bateria inteira.

Adriano nas primeiras notas, fez 5.83 e 4.17, mas logo trocou o 4.17 por um 6.27. Faltando dez minutos para o final, Mineiro pega uma boa onda e vira com um 6.93. Nesse momento, o que os brasileiros queriam, era que a bateria acabasse logo, sagrando nosso brazuca vencedor, mas não foi isso que aconteceu.

Faltando dez segundos para o término, o aussie pega uma onda mais no inside e Mineiro pega uma logo atrás. A bateria acaba, sem ninguém saber o resultado e as notas demoraram pouco a sair. Uma verdadeira tensão!

A primeira nota a sair, foi do aussie e foi uma ótima nota, um 7.83 que virou a bateria a favor de Adrian. Mas segundos depois, sai a nota de Mineiro, um 7.93 que faz o vira vira e o brasileiro fica com a vitória. Foi emocionante.

Na quarta bateria, Kai Otton contra Mick Fanning, foi uma surpresa a vitória de Kai Otton. Acho que todo mundo apostava suas fichas em Mick, atual campeão mundial e que estava mostrando um surf feroz e com muito power. Mas no final da bateria, Kai conseguiu virar a bateria e Fanning até tentou, mas não conseguiu trocar seu 6.60 por um 6.79.

Jordy Smith após vitória contra Kelly Slater

E na última bateria do round 4, Kelly Slater contra Jordy Smith. Com certeza era esperado uma ótima bateria, isso se Jordy mostrasse seu surf e foi o que aconteceu.

Jordy me pareceu bem fluido surfando, sem muita preocupação ou qualquer pressão sobre ele. Apesar da fama de voador, ele é sempre cauteloso em suas baterias no tour, mas se soltou um pouco, mostrou um bom surf, escolheu boas ondas e venceu o careca, eneacampeão mundial.

Depois das baterias do feminino, o masculino voltou para a água com as quartas-de-final.

Na primeira bateria, o brasileiro, Adriano de Souza contra o aussie, Taj Burrow.

Taj Burrow jogando muita água pra vencer Adriano de Souza

Taj, que apresentou um bom surf e notas altas durante todo o evento, não deixou a desejar. Não demorou muito e depois de fazer um 4.50, Taj fez um ótimo 9.27.

Adriano tinha um 7.33 e um 6.43 e ocupava a segunda posição com uma diferença de 0.01.

No twitter, os comentários eram de força e incentivo ao brasileiro, mas as estatísticas eram as piores. A preocupação não era pela próxima nota de Adriano e sim pela próxima de Taj. Com um 9.27, se Taj fizesse um 7.00, deixava o brasileiro precisando de uma nota 9.00.

Minutos após isso ser dito, Taj pegou uma bomba e com várias porradas destruiu ela. O aussie marcou um 8.43 e deixou a situação do brazuca pior ainda, Mineiro estava em combinação e precisava de duas notas 9.00 pra vencer.

Adriano ainda trocou o 6.43 por um 7.07, mas não adiantou e o brasileiro encerra as atividades na primeira etapa com um quinto lugar.

Na segunda bateria, batalha de goofys. Bobby Martinez contra Kai Otton. Bobby mostrou o belo surf que vinha mostrando e venceu sem grandes preocupações o aussie que desbancou o atual campeão mundial.

Na terceira bateria, a surpresa.

Joel Parkinson contra Dane Reynolds. Assim como Mick Fanning, Joel vinha mostrando um surf límpido, forte e cheio de explosão. Até ali, tinha garantido suas baterias com suas primeiras ondas e ele começou bem.

Dane Reynolds mostrando seu surf afiado

Joel na segunda onda, fez um 8.50, mas do outro lado, Dane Reynolds fez um ótimo 9.27. Parko só teve duas ondas high scores, que foram suas notas do somatório, um 8.50 e um 8.97. O show ficou mesmo com Dane Reynolds.

Depois de fazer o 9.27, Dane fez um 8.10, 7.70 e pra fechar sua vitória sobre Joel, feaz um 9.93 impecável.

Na última bateria do dia, Jordy Smith não deu chances e venceu Bede Durbidge.

Os duelos das semi-finais ficaram assim:

heat1

Taj Burrow vs. Bobby Martinez

heat2

Dane Reynolds vs. Jordy Smith

The Drifter no Brasil

The Drifter no Brasil

Ninguém mais, ninguém menos que Rob Machado está vindo para o Brasil.

Além da cabelera style e do surf no pé, Rob vai trazer seu novo filme, The Drifter, para a estréia em território verde e amarelo.

No estado de São Paulo, no dia 14/02, quem recebe a premiere é o Morocco Club, em Maresias.
No sul, o Galera’s Bar em Brava de Itajaí e o Confraria das Artes em Florianópolis recebem o filme nos dias 16/02 e 18/02 respectivamente.
No Rio de Janeiro, no dia 19/02 o Nuth Lagoa é o anfitrião.

As apresentações começam as 22h.

Após o filme, Rob Machado vai pegar o violão e dar uma “canja” pra galera.

Imperdível!

Vida Sobre Rodas

VSR_Home

Vida sobre rodas é um filme que retrata a história do skate no Brasil, da fase marginal dos anos 80, até o sucesso conquistado por Bob Burnquist, Sandro Dias, Lincoln Ueda e Cristiano Mateus.

Depoimentos de pessoas e skatistas que fizeram parte dessa época do skate, Fabio Bolota, Glauco Rogério Veloso, Cesinha Chaves, Thronn, Jorge Kuge, Marcio Tanabe, Alexandre Vianna, Sérgio Negão, Paulinho Rude, Christian Hosoi, Tony Hawk, Lance Mountain e Danny Way.

As gravações do longa-metragem teve início em 2007 e tem previsão de lançamento para 2010.

PROMO OFICIAL

Silvana Lima Campeã

newsphoto289

O sorriso de quem luta pelo sonho com muita vontade e determinação e no fim, se realiza. Woohoooo, é Brasil no topo!

Silvana Lima, uma de nossas brasileiras na corrida do título mundial de 2009, chegou hoje, domingo, a sua primeira vitória da carreira em uma etapa do WCT. A primeira mulher brasileira a ganhar uma etapa, é bom demais! Essa garota tá abrindo as portas para o surf feminino nacional.

Depois de passar nas quartas-de-final pela aussie Rebecca Woods, com uma vantagem de apenas 0.16(7.23 x 7.07).

Na bateria seguinte, semi-final, pegou a peruana Sofia Mulanovich e seguiu rumo ao título com uma nota final 15.00 contra 7.57 de Sofia.

Na final, contra a duas vezes campeã Stephanie Gilmore, a brasileirinha não deu chance e arrancou dos juízes as notas 9.17 e 8.17 contra 7.83 e 5.23 da aussie, se sagrando campeã e tocando o tão desejado sino de Bells Beach.

É isso aí, Brasil se destacando cada vez mais, tanto no feminino como no masculino. As baterias do masculino estão paradas por causa da falta de qualidade de ondas, o jeito é esperar.

PARABÉNS SILVANA LIMA

Quiksilver Pro 09

Os brasileiros da elite mundial, Adriano Mineirinho e Heitor Alves começaram bem a primeira etapa do mundial na Austrália. As baterias sofreram uma alteração e a chave em que ambos brasileiros estavam, foi mudada.

adriano

Adriano Mineirinho                                                                                                           foto: ASP

Na quarta bateria do dia, Mineirinho entrou na água acompanhado do sul-africano Jordy Smith e do aussie Drew Courtney. Com apenas duas ondas, 6.67 e  6.13, o brazuca bateu Jordy Smith que tentou uma reação mas não passou de 5.50 e 6.50.

“Eu já sabia desde o início que seria uma bateria acirrada, inclusive ele (Jordy) começou muito bem na bateria. Vi que o Phil MacDonald na última bateria perdeu precisando de 3.00, então a tática era esperar a onda certa, pegar duas ondas boas para vencer o confronto e foi isso que aconteceu. Coloquei ele (Jordy) na pressão e consegui a vitória. Agora é tentar manter o ritmo nos próximos rounds”, comemora Adriano.

“É muito bom começar o campeonato logo cedo porque está todo mundo ansioso pra começar o campeonato bem. Estou aqui há um mês esperando por esse dia e estou muito feliz por estar com umas pranchas boas, por estar concentrado no campeonato. Ano passado tive um grande ano e espero fazer parecido ou melhor”, diz Mineirinho.

heitor

Heitor Alves                                                                                                                         foto: ASP

Na bateria seguinte, Heitor Alves caiu na água com o aussie Adrian Buchan e o português naturalizado alemão Marlon Lipke. Heitor começou devagar, mas depois de arrancar 7.17 e 6.50 dos juízes, começou a ditar o ritmo da bateria e deixou o aussie na segunda posição e o alemão na terceira.

“Eu e o Mineiro íamos cair juntos no campeonato, mas ainda bem que as baterias mudaram e deu certo, ele venceu a bateria dele e eu a minha. Isso mostra que a gente começou com o pé direito, bem na frente e quem sabe a gente chega mais longe nesse campeonato”, diz Heitor.

Entre 2:30h e 3h da madrugada de hoje(27/02 para 28/02), o último brasileiro a competir pelo primeiro round, Jihad Khodr entra na água contra o aussie Kieren Perrow e David Weare, sul-africano.

Assistam a bateria ao vivo pelo site oficial do evento.

http://www.quiksilverpro.com.au/por/Live.aspx

Não se esqueça, 2:30h/3h da manhã horário local de brasília.

Jihad Khodr sai da água com as notas 6.77 e 5.67, e uma interferência no começo da bateria. Mesmo com o desconto pela interferência, Khodr conseguiu o segundo lugar em uma onda nos últimos minutos. O primeiro lugar ficou com o aussie Kieren Perrow com 6.83 e 6.77 e em terceiro o sul-africano David Weare com 4.67 e 4.67.

Quiksilver Pro 09 Trials

As triagens foram disputadas e quem se deu melhor foi o aussie Corey Ziems.

Ziems venceu seus compatriotas Dale Richards e Shaun Gossman e bateu o brasileiro que defende o Hawaii, Kiron Jabour.

O catarinense Alejo Muniz, único brasileiro nas triagens começou bem mas foi parado na semi-final.

Trials Round 1

Heat # 3
Trials
Round 1

More info …
Heat Scores
Wave/Wave
singlet plc pts name from
Red 3 9.95 Stuart Kennedy AUS
White 2 15.25 Alejo Muniz BRA
Black 1 16.25 Matt Banting AUS

Trials Round 2

Heat # 2
Trials
Round 2

More info …
Heat Scores
Wave/Wave
singlet plc pts name from
Red 2 16.55 Matt Banting AUS
White 1 18.15 Alejo Muniz BRA
Black 3 16.00 Jack Freestone AUS
Blue 4 12.60 Blake Wilson AUS

Trials Semi-Final

Heat # 2
Trials
Semis

More info …
Heat Scores
Wave/Wave
singlet plc pts name from
Red 3 15.80 Alejo Muniz BRA
White 1 16.00 Shaun Gossman AUS
Black 2 15.90 Corey Ziems AUS

Trials Final

Heat # 1
Trials
Final

More info …
Heat Scores
Wave/Wave
singlet plc pts name from
Red 4 13.75 Kiron Jabour HAW
White 2 17.75 Dale Richards AUS
Black 3 17.75 Shaun Gossman AUS
Blue 1 18.20 Corey Ziems AUS

Billabong Brasil Girls